Volta às aulas: cuidado com o peso da mochila!

0

O ano letivo já começou para algumas crianças, e está prestes a começar para outras, e como você já aprendeu a preparar uma lancheira saudável para seu filho ou filha, chegou a hora de saber como deve ser a mochila ideal. Embora seja um assunto tido como comum para alguns, o peso das mochilas é um grande vilão para a saúde da coluna de suas crianças, e tal problema pode ser refletido por toda a vida, já que além de dores, o desvio de coluna, por exemplo, pode ser um dos resultados do hábito.

O médico fisiatra Carlos Alexandrino Brito Junior, da Rede de Reabilitação Lucy Montoro, afirma que o uso incorreto de mochilas pode causar problemas na coluna vertebral como cifose, lordose e escoliose. Em alguns casos, o peso excessivo também pode acarretar no aumento da pressão arterial, e em problemas cardiorrespiratórios.

 

No headline

 

Apesar de algumas escolas fiscalizarem o peso das mochilas dos estudantes, é importante que a precaução venha de casa. O fisiatra ressalta algumas dicas que devem ser seguidas no momento de escolha e preparação da mochila, para que nenhum problema interfira na saúde de suas crianças.

 

  • De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o peso total da mochila não deve ultrapassar 7% do peso da criança
  • Os alimentos devem ser levados em uma lancheira
  • As crianças menores devem optar por rodinhas maiores em suas mochilas
  • Ainda nos casos de mochilas de rodinhas, ela deve ter altura suficiente para que a criança fique com a coluna reta ao puxá-la
  • Evite carregar materiais desnecessários para o dia letivo
  • Em caso de mochila nas costas, a largura do material não deve ultrapassar a do tronco, sua altura não deve ultrapassar os ombros e a parte inferior deve chegar a, no máximo, 8cm da cintura
  • Optar por um fichário no lugar dos cadernos pode diminuir consideravelmente o peso da mochila
  • Quando a mochila possuir alças, estas devem ser acolchoadas
  • A mochila vazia não pode pesar mais de um 1 kg
  • Ao arrumá-la, é importante deixar que o material mais pesado fique na parte de baixo

 

Todas as dicas, além de essenciais para a saúde, são simples, e nunca devem ser deixadas de lado. É importante lembrar que uma mochila pesada pode afetar também a saúde de adultos, e que mesmo após o fim da infância, o cuidado não deve diminuir.

 

Compartilhe!

Sobre o Autor

O Fátima Saúde é uma das mais sólidas operadoras de gestão da saúde do sul do Brasil, com uma filosofia única no mercado de saúde da Serra Gaúcha. Atua desde 1988 na criação de soluções para a gestão integral da saúde, com plano de saúde e serviços modernos e inovadores.

Deixe uma resposta