Pensamento positivo faz bem à saúde? Sempre se soube que manter a saúde mental e pensar em coisas boas ajuda a nos manter livres de estresse, o que traz uma mudança enorme no modo como vivemos. Entretanto, muitas pesquisas sugerem que a positividade tem efeitos benéficos em nosso físico.

Uma pesquisa publicada pela revista Medicina Comportamental mostrou que pessoas otimistas conseguem se recuperar melhor de procedimentos médicos, como cirurgias. Além disso, este tipo de comportamento também serve para manter a imunidade em dia, o que faz um indivíduo viver mais. Para a realização deste estudo, foram analisados os efeitos do otimismo em pessoas com condições normais de saúde e também entre portadores de câncer, doenças cardíacas e deficiências renais.

 

frases_pensamentos_positivos

 

As pesquisas científicas também já comprovaram que os pensamentos negativos e a ansiedade são capazes de nos deixar mais suscetíveis a problemas de saúde. Também já comprovaram que o estresse – em pequenas doses – pode ser útil para nosso corpo, uma vez que prepara o corpo para fugas ou demais ações neste âmbito. Entretanto, quando a negatividade é constante, ela pode aumentar as chances de uma pessoa desenvolver diabetes e até demência.

De acordo com a revista de Medicina Psicossomática, os pensamentos positivos apresentam seus benefícios independente dos danos causados pela pessimismo. Isso se deve ao fato – segundo o estudo – de que as boas vibrações parecem reduzir as inflamações que são causadas pelos hormônios do estresse.

As pesquisas desta revista também sugerem que quando acalmamos os hormônios do estresse, o oposto é estimulado. Ou seja, nosso corpo passa por um processo chamado “descanso e digestão”, o que diminui o risco de desenvolvermos doenças diretas no cérebro.

 

Otimismo é questão de hábito

Não raro nos deparamos com pessoas que atribuem o pessimismo como uma característica inerente de si mesmas. Entretanto, a ciência – novamente – explica: a capacidade de pensar positivo pode ser treinada! Estudos apontam ainda que quanto mais estressado for o indivíduo, há mais chances de o treinamento dar certo.

Se sentir seguro e acreditar que tudo pode melhorar é um dos pensamentos que devemos ter sempre em mente para que a nossa saúde física e mental se mantenha sempre em dia. Além disso, recomenda-se o treinamento da autoestima. Ou seja: é preciso enxergar-se sempre como uma pessoa melhor.

Prova disso é o estudo coordenado por David Creswell, da Universidade de Carnegie Mellon. Creswell pediu que um grupo de estudantes escrevessem sobre situações de suas vidas onde se depararam com qualidades, como autossuficiência e criatividade. O objetivo da tarefa era induzir os participantes a desenvolverem uma imagem melhor de si mesmos. O resultado não podia ser mais satisfatório: os alunos e as alunas que escreveram sobre si mesmos se saíram melhor nas provas do que aqueles que não tinham sido submetidos à tarefa.

Apesar de a verdade científica sobre os benefícios da positividade para a saúde ainda ser debatida, há alguns fatos considerados como certos: o pensamento positivo deixa as pessoas fortes. Para exemplificar, pode-se citar pessoas que estão passando por algum tratamento: o bom humor faz com que elas enfrentem os desafios médicos com muito mais garra e esperança. Para doenças cardíacas, os pensamentos negativos e o estresse contribuem para que os quadros se agravem. Já o “lado bom” dos nossos pensamentos são capazes de nos estabilizar diante dos problemas.

De qualquer forma – e além de qualquer pesquisa -, não podemos negar que a positividade deixa a vida infinitamente mais leve, não é?

 

Fontes:

Revista Galileu

Hypesciense