Índices de obesidade alertam: precisamos ser saudáveis!

0

Não é de hoje que os índices de obesidade nos alertam para a necessidade de uma alimentação mais saudável. A pesquisa mais recente, divulgada na última quarta-feira (15), feita pela Vigitel*, apontou que o excesso de peso, que afeta mais da metade da população adulta brasileira, aumentou. De acordo com o índice, 52,5% das pessoas no país alcançaram o sobrepeso no ano passado, ultrapassando a marca de 50,8%, registrada em 2013.

A obesidade é considerada como fator de risco para doenças crônicas, como as do coração, diabetes e hipertensão, por exemplo. De acordo com Arthur Chioro, ministro da saúde, a tendência mundial é de que a obesidade passe por um grande e preocupante aumento em seus índices. Na pesquisa, foi constatado que 24,1% dos entrevistados(as) consomem 400g de hortaliças e frutas por dia, quantidade recomendada pela OMS. Entretanto, em relação ao sal, por exemplo, os brasileiros(as) consomem 12g diárias de sal, quando o recomendado é apenas 5g.

 

sobrepeso

 

Apesar de o índice de obesidade no Brasil ter aumentado, ele também pode ser considerado estável se comparado aos últimos três anos. Outra boa notícia é que a prática de atividades físicas e o consumo de alimentos saudáveis aumentaram no país.

A diretora de vigilância de agravos e doenças não-transmissíveis do Ministério da Saúde, Déborah Malta, lembra que nossa sociedade está passando por um momento de transição nutricional, uma vez que o consumo de gordura, açúcar e fast food têm sido tratados como hábitos.

Naturalizar o consumo deste tipo de alimento é crucial para agravar casos de sobrepeso e obesidade, principalmente entre jovens. É necessário, mais do que nunca, buscar diariamente um plano de alimentação mais saudável. Deve-se lembrar de que manter um estilo de vida que preza pela saúde é fundamental, mas não é conquistado do dia para a noite, por isso, os esforços diários são essenciais.

Nunca se esqueça: para se ter bem estar, é preciso valorizar a saúde e estar sempre bem com o próprio corpo!

*Vigitel: Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico

Compartilhe!

Sobre o Autor

O Fátima Saúde é uma das mais sólidas operadoras de gestão da saúde do sul do Brasil, com uma filosofia única no mercado de saúde da Serra Gaúcha. Atua desde 1988 na criação de soluções para a gestão integral da saúde, com plano de saúde e serviços modernos e inovadores.

Deixe uma resposta