No Brasil, aproximadamente quatro milhões de pessoas sofrem de Transtorno Obsessivo Compulsivo, o TOC. Esta doença se caracteriza pela presença de obsessões e/ou compulsões. As obsessões são impulsos ou pensamentos involuntários, que invadem a mente e causam ansiedade, desta forma, o indivíduo se sente obrigado a executar “rituais”, que podem ser atos físicos ou mentais, cujo objetivo é afastar ameaças, ou simplesmente aliviar um desconforto.

O TOC geralmente é confundido com simples manias, portanto, é necessário ser atencioso aos hábitos. De acordo com o psiquiatra Luiz Vicente Figueira de Mello, do Ambulatório de Transtornos de Ansiedade do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo (IPQ), é considerado um transtorno quando a pessoa que apresenta sintomas que atrapalhem sua rotina. Caso os pensamentos e comportamentos repetitivos durem em média uma hora, é necessário procurar um especialista.

 

1jqqa5bqyyefv2tiqyadslgws

 

Veja alguns exemplos de manias que excedem a normalidade e podem ser diagnosticadas como TOC:

 

  • Lavar as mãos inúmeras vezes seguidas, mesmo quando não há necessidade. Ou ainda lavar também o sabonete e a torneira, com medo de bactérias.
  • Pisar sempre com o pé direito ao acordar ou entrar em um local. Se o pé esquerdo for usado por primeiro, geralmente a pessoa retorna, espera um tempo e repete a ação.
  • Verificar muitas vezes se a porta está realmente trancada.

Geralmente estes sintomas são causados por pensamentos repetitivos, nos quais a pessoa acha que se os rituais não forem executados, algo de ruim irá ocorrer. Quem se identifica com estas características – em qualquer nível de intensidade – deve procurar um psiquiatra, que fará o diagnóstico correto. Quem tem apenas manias, mas mesmo assim gostaria de se livrar delas, basta realizar acompanhamento psicológico. Já para quem realmente sofre com o transtorno, comumente os psiquiatras receitam medicações que diminuam a ansiedade ou recomendam que façam psicoterapia, para aprender a controlar os impulsos e viver melhor.