Com tantos meios de conectar-se à internet oferecidos pelos avanços da tecnologia, é uma árdua tarefa manter-se longe de computadores ou smartphones. Virou hábito estar sempre com o mundo à palma da mão. Entretanto, o acesso fácil e rápido às informações e demais conteúdos compartilhados na web podem ser prejudiciais à saúde.

A dependência ao universo online pode ser chamada de várias maneiras: vício em internet, uso compulsivo, ou uso patológico de internet (UPI). Geralmente seus sintomas são um tanto difíceis de serem identificados, uma vez que o acesso excessivo à web pode ser justificado pela vida acadêmica ou profissional.

 

dependencia-internet-2

 

A psicóloga e especialista em terapia comportamental Kátia Oliveira aponta algumas das características do dependente da internet:

 

  • A pessoa geralmente se conecta com o objetivo de aliviar a ansiedade, solidão ou depressão;
  • Tem sua produtividade no trabalho reduzida, ou apresenta decadência no desempenho escolar;
  • Permanece online por períodos cada vez maiores;
  • Costuma negar ou minimizar os impactos negativos que o uso em excesso da internet tem causado em sua vida;
  • Pode ter perdido algum relacionamento significativo ou oportunidade de emprego devido ao vício;
  • O dependente já tentou controlar ou reduzir o tempo gasto na web, mas não obteve sucesso.

Você se encaixa em algum destes sintomas? Não deixe de procurar a ajuda de algum profissional, antes que este vício lhe traga problemas como depressão ou ansiedade.